Sidebar

BT Login

Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *
Captcha *
bm9lM3U5bXZmam1kbmthNWNrcXZrdXZjNDUxNjAxMTI4MTM5 Literatura - Técnica - Revista Manutenção
Reload Captcha

BM Slide Login

0 Eventos

Este artigo tem por objetivo destacar a importância de um Manual de Gestão da Manutenção bem feito e atualizado para a diretoria da empresa, para os gestores e equipes de manutenção e de operações, e demais funções envolvidas, incluindo os fornecedores em muitos casos.

O TPM (Total Productive Maintenance) é uma metodologia que nasceu a partir da iniciativa de empresas japonesas, que tinham como objetivo, aprimorar as técnicas de manutenção preventiva, que surgiram nos Estados Unidos, em meados da década de cinquenta, para garantir a confiabilidade de máquinas e equipamentos, através da busca contínua pela falha zero.

(BRLUX) Em algum momento as falhas acontecem, os equipamentos param de funcionar e os prejuízos começam. Todo empresário teme que isso ocorra, mas sabe que mais cedo ou mais tarde o seu negócio precisará de manutenção corretiva. Será mesmo? 

Desde a primeira Revolução Industrial a manutenção vem adquirindo importância estratégica nas empresas, devido a necessidade de garantir confiabilidade e segurança dos ativos, mas foi somente a partir da terceira Revolução Industrial que ela passou a contar com uma metodologia específica para elevar e garantir a confiabilidade e segurança dos processos, foi quando surgiu a Manutenção Centrada e Confibilidade (MCC), também conhecida como Reliability Centered Maintenance (RCM) impulsionada pelo aumento da complexibilidade das aeronaves e da quantidade de passageiros que elas passaram a transportar no iníco da década de sessenta (60).

Página 1 de 2

Redes Sociais

 

 
 

Anúncios

Livros recomendados

Ainda não é registrado? Registre-se agora!

ÁREA DO ASSINANTE